Ensiferum: Leia o nosso review do novo disco

Hail!

Eis que finalmente saiu o novo álbum do Ensiferum, “Two Paths“. O album conta com 13 faixas, sendo duas bônus, e com um tempo médio de 50 minutos.

 

 

O álbum trouxe uma nova sonoridade para a banda em algumas canções, mas mantendo sua essência. Acredito que muito das mudanças seja graças a entrada da ex Turisas, Netta Skog.

 

“Ha ha, é nóis maluco!”

 

O album abre com uma introdução com vozes em coro, no melhor estilo Heroic Folk Metal, (como eles costumavam dizer). Coro que depois se une como refrão da “For Thouse About to Fight for Metal”, que também é uma ótima canção!

Em seguida dela, vem a também já divulgada “Way of the Warrior”.

 

A banda também apostou em uma participação maior do guitarrista Markus Toivonen, e da própria Netta Skog nos vocais. O que tem seu lado positivo e negativo. É bom, mas as vezes achei que Markus soou quase desafinado (o que não costumava acontecer nos refrões e musicas cantadas em finlandês).

 

Para mim é em “Feast with Valkyries”, que ouvi o que mais gostaria que o album tivesse, a prensa maior do acordeon “acústico”. Já que na maioria das musicas foi optado o uso de acordeon elétrico, o que é compreensivo para manter identidade sonora da banda.

A presença nyckelharpa e violino também vieram mais fortes nesse album, dando aquela encorpada nas musicas (é disso que a gente gosta).

Outra musica que também se destacou pra mim foi a “God is Dead”, ela me lembrou uma levada meio Turisas. É um titulo muito empolgante, e com certeza ótimo para ser tocado ao vivo, o que nos deixa mais animados para o show de Novembro.

 

 

Antes das faixas bônus, o album encerra com ” Unettomaan Aikaan”, um acústico bem bacana cantado por Netta.

As faixas bônus são versões alternativas de “God is Dead” e “Don’t You Say”. A diferença está que os vocais melódicos foram substituídos por vocais mais agressivos.

O próprio Ensiferum deixou em aberto pro publico escolher a que gostar mais, então fica a seu critério.

 

Enfim, “Two Paths” tem algumas músicas um pouco genéricas, mas que não deixam a desejar. É empolgante, é épico, é folk, é metal. (Realmente, talvez Heroic Folk Metal faça sentido).

 

O álbum está disponível gratuitamente, tanto no spotify quanto no youtube. Então ouça antes que Fenrir coma sua internet.

 

Nota: 3.7 de 5

 

COMPARTILHAR